Acessibilidade – Transmissões da TV Web CLDF passam a ter intérprete de Libras

Além das sessões, as reuniões de comissões e audiências públicas também deverão contar com intérpretes de Libras

Além das sessões, as reuniões de comissões e audiências públicas também deverão contar com intérpretes de Libras
Foto: Carlos Gandra/CLDF

As pessoas que costumam acompanhar as sessões remotas da Câmara Legislativa pela TV Web puderam notar, nesta quarta-feira (28), uma novidade importante: a presença de intérpretes de Libras, a Língua Brasileira de Sinais, no canto inferior à direita da tela. Durante toda a tarde, dois profissionais da área se revezaram para traduzir, em tempo real, as falas dos distritais para aqueles que não ouvem.

Ao anunciar o recurso, o presidente da CLDF, deputado Rafael Prudente (MDB), destacou a importância de a Casa garantir acessibilidade aos surdos e a todos que queiram acompanhar as atividades do Legislativo local. Além das sessões, as reuniões de comissões e audiências públicas também deverão contar com intérpretes de Libras.

Um dos grandes defensores da medida, o deputado Iolando (PSC) aponta que o recurso de acessibilidade atende ao previsto em lei de 2009, que assegura aos surdos o direito de entender o que está sendo discutido nas mais diferentes esferas do processo legislativo e o que está sendo deliberado nas transmissões da TV. “No Distrito Federal, há mais de 100 mil pessoas com deficiência auditiva, que estavam privadas de acompanhar o que acontece nas deliberações da Câmara Legislativa”, afirmou.

Vários distritais elogiaram a contratação dos intérpretes. A deputada Arlete Sampaio (PT) parabenizou o presidente da Casa “por ter atendido as reivindicações”, e o deputado Jorge Vianna (Podemos) destacou que “a comunidade surda tem crescido e precisa ser vista”.

Denise Caputo – Agência CLDF

Foto (capa): Minervino Júnior/CB/D.A Press